Rede de Correspondentes Bancários, como lotéricas, comércio e lojas Credenciadas, deve ter movimento 30% maior hoje por causa da greve dos bancários em São Paulo

Em todo Brasil, um exército de Correspondentes Transacionais com mais 740 mil profissionais trabalha para atender as necessidades de pessoas que precisam de serviços bancários essenciais. Com a obstrução das agências bancárias ou greve, como preferem chamar os sindicatos, os correspondentes são uma alternativa para o atendimento à população

As agências bancárias de São Paulo e Osasco amanheceram hoje (19.02) com as portas fechadas e a rede de correspondentes, prestadores de serviços bancários que recebem contas, fazem depósitos e remetem dinheiro para outras pessoas, além de intermediar empréstimos e financiamentos fora das agências bancárias, é a melhor alternativa para a população pagar suas contas e boletos em dia.

Os Correspondentes Transacionais, representados por pontos de atendimento dedicados, pequenos comércios, mercadinhos, algumas redes varejistas, assim como as Lotéricas, suprem com folga e conveniência esse constrangimento imposto à população. Nestes locais, é possível pagar boletos bancários e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar dinheiro, receber benefícios sociais, como Bolsa Família e aposentadoria, fazer depósito em conta corrente ou em conta poupança e consultar saldo/extrato.

Segundo o SINDANEPS (Sindicato e Associação Nacional das Empresas Promotoras de Crédito e Correspondentes no País), que representa os correspondentes em todo o Brasil, já são mais de 374 mil pontos de atendimento, que oferecem serviços financeiros fora das agências bancárias, destes 148 mil dedicados também aos serviços essenciais.

“Os correspondentes já são uma alternativa diária à população e, em pouco tempo, deverão ser a alternativa preferencial, pois as agências bancárias como todos conhecem em breve não existirá”, disse Edison João Costa, presidente da entidade. A expectativa é de que o número de transações bancárias efetuadas hoje pelos correspondentes aumente 30% em função da obstrução das agências pelos sindicalistas.

Saiba mais sobre a Aneps (Associação Nacional das Empresas Promotoras de Crédito e Correspondentes no País) – As empresas promotoras de crédito e correspondentes atuam de forma independente como terceirizadas para financiadores ou credores, ou seja, prestam serviços financeiros fora das agências. Estes profissionais realizam recebimentos de pequenas contas, como água, luz, telefone entre outros, e pagamento de 57% dos benefícios sociais, como aposentadoria e Bolsa Família. Segundo o site do Banco Central do Brasil, mais de 374 mil postos de atendimento ao consumidor. Um segmento econômico gera cerca de 1,7 milhão de postos de trabalho.  A Aneps foi criada em 2001 para representar os interesses dessas empresas e obter o reconhecimento como categoria importante na cadeia produtiva.  Mais informações www.aneps.org.br

Egom PR Agency – (11) 3666 7979/ 3666 7981

Daya Lima (11) 98207 5278

Marcela Matos (11) 98447 1756

Sala de imprensa: http://egom.com.br/press-releases/

E-mail: egom@egom.com.br

Visite a Egom PR Agency no Facebook!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Egom Consultoria de Comunicação e Marketing

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?