Projeto Smart Campus em Sorocaba torna realidade o conceito de cidade inteligente

Ganhador de três prêmios, sendo um internacional, da Smart Cities de Londres, o projeto tem parceria com várias empresas líderes em tecnologias para Internet das Coisas, entre elas a OSIsoft, que fornece o sistema para centralizar e disponibilizar os dados coletados por centenas de sensores espalhados pelo campus

No interior de São Paulo, o campus de uma faculdade se tornou uma cidade inteligente e praticamente tudo pode ser controlado por um “prefeito virtual”. Graças à Internet das Coisas dá para saber, por exemplo, se as verduras da horta precisam ser regadas ou se a previsão é de chuva para as próximas horas, quanto de energia está sendo consumida e a origem, eólica ou fotovoltaica, quantas pessoas estão conectadas através do wi-fi da instituição, se são homens, mulheres, quantos carros estão estacionados no estacionamento e muito mais.  O projeto, batizado de Smart Campus FACENS, teve início há 3 anos e já recebeu três importantes prêmios, entre eles o reconhecimento do Smart Cities UK, de Londres.

“Ter tudo centralizado é um desafio e o projeto do Smart Campus foi baseado em oito eixos, incluindo, por exemplo energia, mobilidade e segurança ou ainda urbanização”, explica Regiane Relva Romano, coordenadora geral do Smart Campus FACENS (Faculdade de Engenharia de Sorocaba).  O PI Systems, desenvolvido pela OSIsoft, é a tecnologia utilizada no projeto para a coleta, visualização e a contextualização dos dados. As informações são coletadas por sensores e disponibilizadas para todos os professores e estudantes em tempo real em uma tela de computador. Graças a uma parceria entre a faculdade e a OSIsoft, não só o uso do sistema foi possível, sem qualquer custo, mas também o intercâmbio de ideias, entre os alunos e a empresa, permitindo a participação em cursos e treinamentos.

“Para nós da OSIsoft, é um grande orgulho participar de um projeto premiado como o Smart Campus da Facens, porque mostra que as Cidades Inteligentes já são uma realidade”, disse João Guilherme Pedrílio, Academic and Partner Program Specialist da OSIsoft.

O campus da Facens equivale a uma pequena cidade, com 4.500 alunos e 500 funcionários, ocupa uma área de  105 mil  metros quadrados, com 24.500 metros quadrados em edifícios construídos.

Saiba mais sobre a OSIsoft

Fundada em 1980, a OSIsoft é líder em inteligência operacional e tem como principal produto o PI System, uma das tecnologias mais usadas para a Internet das Coisas na indústria. O sistema captura dados de sensores, equipamentos diversos e transforma em informação para ajudar a reduzir custos, aumentar a produtividade e criar novos serviços. A OSIsoft está presente em 127 países, sendo usada em 95% das grandes empresas de óleo e gás e em mais de 65% das corporações que compõem a lista Fortune 500 com as maiores indústrias. No Brasil, a OSIsoft está presente há mais de dez anos. Mais informações em www.osisoft.com.br

Informações para a imprensa
Egom PR Agency – (11) 3666 7979/ 3666 7981
Daya Lima (11) 98207 5278
Marcela Matos (11) 98447 1756
Sala de imprensa: http://egom.com.br/press-releases/ (Novo!)
E-mail: egom@egom.com.br

Visite a Egom PR Agency no Facebook!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Egom Consultoria de Comunicação e Marketing

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?