Fotos: https://flic.kr/s/aHsmAoNTmL

Em 2019, a Solojet Aviação registrou uma alta de 300% no número de pedidos de VTI (vistoria técnica inicial), isso significa que mais brasileiros estão comprando aeronaves no exterior e precisam fazer a adaptação para certificação da ANAC. Com a crise econômica, muitas aeronaves foram vendidas (exportadas) e agora começam a retornar 

 

A Solojet Aviação registrou um aumento significativo na demanda por VTIs (Vistoria Técnica Inicial) em 2019 em comparação com o ano anterior. Os pedidos subiram 300%, o que significa que mais brasileiros estão importando aeronaves e precisam passar pelo processo de adaptação do modelo para que seja certificado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

 

Nos últimos anos, com a crise econômica, o Brasil registrou um grande volume de aeronaves serem exportadas, ou seja, vendidas no mercado externo. Agora, com os primeiros sinais da retomada, parte destas aeronaves começa a retornar. O Brasil é dono da terceira maior frota de aeronaves executivas do mundo, 11.800 aeronaves, mas os dados recentes indicam retomada. O país já foi o segundo, mas perdeu a posição para o México. De acordo com a Associação Brasileira de Aviação Geral (Abag), o negócio de jatos executivos cresceu entre 6% e 7% no primeiro semestre de 2019, se comparado com o mesmo período do ano anterior.

 

“Em geral, uma VTI inclui nova pintura do prefixo no padrão brasileiro, colocação da sinalização interna em português, recodificação do transponder e um olhar bem cuidadoso para ver se a aeronave não sofreu alguma modificação que possa ser reprovada pela ANAC”, disse André Bernstein, da Solojet Aviação. Segundo o executivo, na maioria das vezes a vistoria é feita antes mesmo de fechar a compra, pois é preciso ainda haver possibilidade de desistir, no caso de modificações que impeçam a aeronave de voar no Brasil.

 

Saiba mais sobre a Solojet Aviação:

Criada há três anos, a Solojet Aviação é uma empresa completa no segmento de aviação executiva. Oferece serviços de hangaragem, atendimento, gerenciamento de aeronaves, revitalização de interiores, manutenção, compra e venda de aeronaves. É ainda é representante de importantes marcas como a Tamarack, que fabrica winglets para a linha 525 da Cessna, a Raisbeck Engineering e a Blackhawk Modifications, que oferece kits para upgrades aerodinâmicos e de motores para King Air.  Baseada no Aeroporto de Jundiaí, se destaca por oferecer todos os serviços em um único lugar aos clientes. Mais informações em https://solojetaviacao.com.br/

 

Informações para a imprensa

Egom PR Agency – (11) 3666 7979/ 3666 7981

Daya Lima (11) 98207 5278

Marcela Matos (11) 98447 1756

Sala de imprensa: www.egom.com.br

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 Egom Consultoria de Comunicação e Marketing

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?