Associação celebra contratações no segmento de ground handling

Empresas associadas da Abesata atingem 26 mil empregos diretos com os voos da Latam em Guarulhos e Galeão que agora em setembro passam a ser atendidos pela Orbital/WFS, empresa que faz parte da entidade

A Abesata (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo), entidade que reúne 12 das principais empresas do segmento de ground handling, atingirá neste mês de setembro 26 mil empregos diretos. “O segmento de ground handling foi um dos únicos no Brasil que atravessou o período de crise com aumento no quadro de pessoal, e agora seguimos ampliando o contingente de mão de obra”, disse o presidente Ricardo Aparecido Miguel, referindo-se ao acordo fechado pela Latam com a Orbital/WFS para a realização dos  serviços especializados em solo em dois dos principais aeroportos servidos pela companhia aérea, Galeão, no Rio de Janeiro, e Guarulhos, em São Paulo.

Para Miguel, ao entregar os serviços em solo para uma empresa especializada em serviços auxiliares, a Latam está seguindo uma tendência mundial. “No mundo inteiro, as Esatas, como são chamadas as empresas de apoio de solo, respondem pelo atendimento de 50% dos serviços auxiliares, no Brasil, estávamos em 30% em 2014, mas seguimos crescendo e hoje já respondem por 40% dos voos que pousam ou decolam de aeroportos brasileiros.”

Além dos empregos gerados, Miguel celebra também os ganhos que a aviação brasileira tem em termos de segurança operacional, com o uso de serviços especializados, economia de escala e a redução de custos, permitida com a chamada cross-utilization de serviços. “Quando uma companhia aérea tem os serviços em solo internalizados, ela não é uma Esata, então não pode atender os voos de outras companhias. Nos períodos do dia em que não há voos, colaboradores e equipamentos ficam ociosos. A empresa especializada atende várias companhias e otimiza os custos, algo essencial para a aviação hoje e diretamente responsável pelo aumento do índice de penetração do modal aéreo nas camadas menos privilegiadas do país.” O presidente da Abesata complementa lembrando que, das quatro maiores empresas aéreas domésticas do país, na contramão, apenas a Latam realizava seus próprios serviços no Rio-Galeão e em GRU Airport.

A Orbital/WFS foi escolhida pela Latam para gerir os mais de 4 mil voos mensais nos dois aeroportos, Guarulhos e Galeão. Para a nova operação, 1.500 colaboradores já estão em fase de contratação e treinamento. Com outros 60 clientes, a Orbital/WFS está em 22 países e oferece serviços como movimentação de aeronaves, carregamento e descarregamento de aeronaves, movimentação de carga, serviços de segurança, atendimento ao passageiro, manutenção de equipamentos, treinamento e atendimento técnico. Mais informações www.abesata.org

Informações para a imprensa

Egom PR Agency – (11) 3666 7979/ 3666 7981

Daya Lima (11) 98207 5278

Marcela Matos (11) 98447 1756

Sala de imprensa: http://egom.com.br/press-releases/

E-mail: egom@egom.com.br

Visite a Egom PR Agency no Facebook!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2019 Egom Consultoria de Comunicação e Marketing

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?